sábado, 21 de maio de 2011

Cobertura fotográfica da posse de Marco A. Lucchesi na ABL

Nesta noite de sexta-feira, dia 20 de maio de 2010, empossou-se na cadeira número 15, da Academia Brasileira de Letras o escritor carioca Marco Américo Lucchesi. A cerimônia solene contou com um grande e seleto público. Esta postagem, mais figurativa que narrada, retrata esta noite memorável.

Marco Americo Lucchesi profere seu discurso de posse.


              O Novel-acadêmico assume a cadeira 15,
                       patronímica de Gonçalves Dias.


                     Marco Lucchesi recebe o espadim
               das mãos do acadêmico Eduardo Portella.


               Lucchesi ao lado de Cleonice Berardinelli,
                            Arnaldo Niskier e Lêdo Ivo.


 O imortal Marco Lucchesi ladeado pelos amigos
 Roberto Kahlmeyer-Mertens e Carlos S. Mônaco

                    

         Um colóquio entre Pedrosa, Portinari e Luiz Erthal.



Roberto Kahlmeyer-Mertens acompanha a acadêmica Cleonice Berardinelli.

Marco Lucchesi, Julio Vanni e Márcia Pessanha.

          O editor Luiz Erthal, o livreiro Carlos Mônaco e
                    a professora Marcia Pessanha (UFF)
              conversam sobre literatura com o acadêmico
                                  Murilo Melo Filho.



      As tertúlias literárias deram o tom do congraçamento: 
                      o professor Kahlmeyer-Mertens
                      com o imortal Murilo Melo Filho.



O professor emérito João Luiz Duboc Pinaud
com o livreiro Carlos S. Mônaco

Os professores Dr. Roberto Kahlmeyer-Mertens
e Dra. Marcia Pessanha
na posse do acadêmico Marco Lucchesi 


Marcia Pessanha e Júlio Vanni
(Presidentes da Academia Niteroiense de Letras e do Cenáculo Fluminense de História e Letras, respectivamente)
na posse do acadêmico Marco Lucchesi


        Carlos Mônaco e o casal Sérgio e Beatriz Chacon


     (Da direita para a esquerda) Roberto Kahlmeyer-Mertens
               e seu editor Luiz Augusto Erthal (Nitpress)


Matéria de O Fluminense sobre a posse de Marco Lucchesi na ABL em 28 de maio de 2011:









37 comentários:

  1. Que maravilha! Aguardo uma foto legendada para publicar no SANTA. LInda festa, muita emoção......
    Belvedere

    ResponderExcluir
  2. Bel, faltou vc lá!

    ResponderExcluir
  3. Maurílio Marques21 de maio de 2011 10:13

    Prezado Roberto,
    Conheço e respeito muito o seu trabalho com as letras.

    Quanto as fotos, elas traduzem com perfeição o significado do termo "gala".

    Um abraço de seu admirador,
    Maurílio Marques

    ResponderExcluir
  4. Kahlmeyer!!!
    Que privilégio poder ver essas fotos!
    Isso é mesmo o topo do mundo!
    Black tie é muito chique!!!
    Um escândalo!!!
    Mande abraços para o Lucchesi!

    ResponderExcluir
  5. querido amigo,
    obrigado pelas fotos, muito belas. parece que foi uma noite memorável, que bom que a vetusta academia ainda lembra dos verdadeiros valores literários, o lucchesi merece todos esses louros. tenho vontade de estudá-lo a fundo, sobertudo pela religiosidade que pulsa nos seus versos tão límpidos.
    mais tarde, vou viajar, passo 10 fora. quando eu voltar, vamos combinar de conversar. começo a perceber a falta que fazes na uerj, os nossos colóquios, breves mas sempre enriquecedores.
    espero que estejas muito bem.
    abç do teu amigo,
    victor

    ResponderExcluir
  6. Que invejaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Parabéns para o Lucchesi.
    Um abraço, Prof. Kalhmeyer

    ResponderExcluir
  7. Roberto amigo,

    obrigado por compartilhar essas fotos conosco. Parece que a mídia não está muito interessada em divulgar a academia como deve. Só noticia quando se em possam pulhas como o Sarney, Roberto Marinho e o Paulo Coelho.
    Lucchesi merecia mais atenção...

    A propósito, não vai demorar muito para que você esteja também na ABL. Já que as múmias de Niterói não te reconhecem, outros farão.

    Abraço do Emanuel

    ResponderExcluir
  8. Jorge Pachecco Menezes21 de maio de 2011 12:49

    Bela festa.
    É bom saber que as academias sérias buscam renovar seus quadros entendendo que acadêmicos jovesn como o Lucchesi significam vitalidade e perpetuação.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. A propósito da observação pertinente no comentário acima de Emanuel (a dois dos nomes citados e a mais alguns pertence parte das cadeiras que estiveram vazias durante na solenidade de ontem), é preciso registrar o trabalho de O Fluminense, não só cobrindo adequadamente o acontecimento, mas prestigiando Lucchesi com a presença da Sra. Nina Rita Torres.
    Concordo também que Roberto Kahlmeyer trabalha firmemente para merecer um lugar na ABL. Afinal, não só de pulhas é feito aquele Olimpo. Marco Lucchesi é prova disso.

    Abraços ao Roberto, ao Emanuel e a todos mais.

    Luiz A. Erthal

    ResponderExcluir
  10. Distinto, muito distinto!
    Parabéns ao Marco Lucchesi

    ResponderExcluir
  11. Marcelly Vespasiano21 de maio de 2011 18:02

    oi Prof!
    Quando eu crescer eu kero ser = vc! :o

    ResponderExcluir
  12. Roberto
    Para nós, os pobres mortais, que não pudemos ver de perto a posse de Marco Lucchesi, sua cobertura fotográfica deu uma idéia da grandiosidade da solenidade, com um foco especial para nossos conhecidos niteroienses. Com os parabéns por mais esta bela contribuição em assuntos ligados à Literatura, como vem fazendo com grande virtuosodade, agradeço pela oportunidade de receber tão precioso material.
    Um abraço da Gracinda.

    ResponderExcluir
  13. Amiga Gracinda!
    Em nada há de pobre mortal em vc nem nas pessoas que tanto quero bem aqui em Niterói (Conhecendo um pouco do Lucchesi, acho que ele pensaria o mesmo).
    Foi uma bonita festa. Gostava que vc estivesse lá.
    Abraços,
    Kahlmeyer

    ResponderExcluir
  14. Roberto, obrigada por compartilhar este momento conosco...gostei do blacktie...
    Lucchesi representa uma nova geração que chega à academia, em breve veremos você...
    abraços

    ResponderExcluir
  15. A propósito do comentário do Luiz Augusto Erthal: Não se pode negar que o jornal O Fluminense prestou uma excelente cobertura. Vcs leram a edição de hj (domingo, 22 de maio)? Um auto elogio tremendo. Só se fala em O Fluminense e nos "Torres". Parece que a festa era do jornal. Se dependêssemos de saber o que aconteceu lá (como faz fotograficamente este blog) ficaríamos em jejum!

    No mais, o tal do Emanuel (cf postagem acima)não está de todo errado.

    Ass: Um jornalista profissional e crítico

    ResponderExcluir
  16. Este espaço democrático reserva aos comentarístas a expressão de livre opinião. Não se responsabiliza, contudo, com o conteúdo delas.
    Obrigado por interagirem com o Literatura-Vivência

    ResponderExcluir
  17. Tenório Teles - AM22 de maio de 2011 11:58

    Caro Roberto,

    Obrigado pela mensagem e pelas
    fotos que registram esse momento
    fundamental da vida de Lucchesi.
    Fiquei sensibilizado com a vitória
    de nosso autor.

    Desejo-lhe luz e vida.

    Tenório

    ResponderExcluir
  18. Querido Prof. Kahlmeyer,

    Seu blog é In, é Cult!

    Parabéns!
    Tati

    ResponderExcluir
  19. Nosso jornalista anônimo parece não estar muito habituado à rotina das redações, pois do contrário saberia que as edições dos jornais de domingo, normalmente nas bancas já na tarde de sábado, é fechada com antecedência. O primeiro clichê do jornal de hoje, 22, não trazia sequer referência ao evento, que terminou nas primeiras horas da madrugada do dia 21. A matéria entrou em segundo clichê, com limitações de tempo e de espaço para um melhor tratamento jornalístico. Não tenho dúvidas, porém, de que o segundo caderno da próxima terça-feira (o jornal circula segunda-feira com a mesma edição de domingo) trará uma cobertura fotográfica da posse.
    Quanto às referências ao dr. Alberto Torres e à atual proprietária do jornal, sra. Nina Rita, foram feitas pelo acadêmico Francisco Padilha em seu discurso de saudação e pelo próprio Lucchesi na entrevista que concedeu após a solenidade. Foram pertinentes, portanto, do ponto de vista jornalístico e fazem justiça ao apoio que o jornal sempre deu à cultura fluminense.
    Nos meus 30 anos de jornalismo, nunca trabalhei em O Fluminense e não tenho qualquer interesse particular em defender o jornal. Se o faço é por uma questão de justiça e de reconhecimento a um dos poucos veículos do nosso estado que sustentam a bandeira do fluminensismo e apóiam os genuínos valores de nossa terra, como Marco Lucchesi. Quanto aos outros, bom, o Emanuel já retratou em comentário anterior qual é o padrão de cobertura deles para as solenidades de posse na ABL.

    ResponderExcluir
  20. Prezado Tenório,
    Sua presença em nosso Blog só nos honra.
    Grato pelos votos de luz e vida.
    Cordialmente,
    Kahlmeyer

    ResponderExcluir
  21. Tenório Telles - AM22 de maio de 2011 13:06

    Caro Kahlmeyer,

    Obrigado. Desejo-lhes saúde e uma
    convivência construtiva e feliz - afinal
    o sentido da existência é a busca do
    estar-com-o-outro de forma prazerosa
    e ter a felicidade no ser como uma
    possiblidade, ou melhor, como potência.

    Renato me fala sempre de ti - da tua
    luta, trabalho e inteligência. Desejo
    que consigas realizar teus projetos e
    sonhos - enfim, que floresças e ajudes
    a encantar este mundo tão barbarizado
    de sabedoria e beleza.

    Paz e bênçãos.
    Tenório

    ResponderExcluir
  22. CARLOS S. MÔNACO22 de maio de 2011 13:22

    PREZADO AMIGO ROBERTO,

    FIQUEI MUITO SATISFEITO COM AS FOTOS E A COBERTURA FEITA POR V. EXCIA. NA INESQUECIVEL SOLENIDADE DE POSSE DE MARCO LUCCHESI NA ABL. TUDO O QUE VOCÊ REALIZA EM NOSSO MEIO CULTURAL É DIGNO DE APLAUSOS.
    CERTAMENTE VOLTAREI, DENTRO DE APROXIMADAMENTE 10 ANOS, À ABL PARA PRESENCIAR A SUA POSSE.

    UM ABRAÇO DO AMIGO E ADMIRADOR
    CARLOS MONACO.

    ResponderExcluir
  23. Aciréia Perlingeiro22 de maio de 2011 14:52

    É muito bom ver estas fotos. Elas nos fazem lembrar que a cultura de Niterói tem gente que zela e que ela se renova apesar da morte de alguns de nossos valores. Foi o Vilmar Lassance, foi o Milton Loureiro, foram outros tantos... mas continuamos ali marcando posição. Fico feliz em ver Carlinhos, grande patrono de nosso movimento literário; feliz em ver o menino Lucchesi na ABL, o outro menino Kalhmeyer despontando com força! Gente disposta como a Marcia, o Vanni e o Erthal... Isso é magia, não é?!...

    ResponderExcluir
  24. Jussara Carvalho22 de maio de 2011 18:43

    Amei seu ato carinhoso de enviar fotos de uma noite memorável. Vi pessoas queridas e estimadas, tais como a do grupo Mônaco. Bom Domingo.
    Att,
    Jussara Carvalho

    ResponderExcluir
  25. Lucchesi, Monaco, Kahlmeyer, Márcia Peçanha e Erthal gente que faz a coisa acontecer!!!

    ResponderExcluir
  26. Acredito que O Fluminense não fique na pobreza da matéria que deu hj e que na próxima semana dê uma verdadeira ideia do que foi a posse de Lucchesi.Achei muito auto-elogiosa a matéria , deixando o Lucchesi em segundo plano. Mas essas coisas acontecem. O que resta é esperar . O Flu tem espaço suficiente para fazer um bom trabalho e o Lucchesi merece.
    Elma Rios

    ResponderExcluir
  27. Wanderlino Teixeira Leite Netto22 de maio de 2011 22:49

    Roberto,
    Infelizmente, por motivo já do seu conhecimento, não pude comparecer. Niterói esteve bem representada. Que bom! Dia 30, deverei ser liberado para voltar integralmente à ativa.
    Abç.
    Wanderlino

    ResponderExcluir
  28. Pedro Karp Vasquez23 de maio de 2011 11:49

    Prezado Roberto Kahlmeyer-Mertens,

    Bom dia!

    Pretendia deixar uma mensagem parabenizando-o pela cobertura da posse na ABL de nosso amigo Marco Lucchesi, mas ao tentar acessar o blog deu indicação de que este havia sido removido. Assim, envio por aqui meus sinceros parabéns pelo seu belo trabalho de divulgação da literatura brasileira.

    Um grande abraço,

    PA

    ResponderExcluir
  29. Amigos queridos, todos, bom dia!
    É com enorme satisfação que repasso a cobertura fotográfica do Kahlmeyer.
    Tive a honra de ser colega de turma do Marco Lucchesi, na Universidade Federal Fluminense, quando cursávamos História.
    Torci muito para que ele entrasse para a Brasileira de Letras, ele sabe disso.
    Ao Marco, que era só Americo no meu tempo de estudante, o maior dos abraços.
    1 beijo, Márcia

    ResponderExcluir
  30. Laurinha Galvão23 de maio de 2011 12:15

    Lindo! Célebre, tudo como num sonho!
    Parabéns Kahlmeyer pelo Blog.
    Lembranças para seu amigo Lucchesi

    ResponderExcluir
  31. Laurinha Galvão23 de maio de 2011 12:49

    Se eu tivesse ido teria sido a melhor noite da minha vida...

    ResponderExcluir
  32. Margareth Neves Desmarais25 de maio de 2011 11:21

    Gostei das poesias do mais novo ‘imortal’. Porém tenho muitas reservas quando se fala da ABL, pq consegue integrar e exaltar pessoas ilustres e interessantes e outras totalmente desnecessárias como Roberto Marinho, José Sarney, e o pior de todos: Paulo Coelho – arrogante, metido à sábio, que se acha inquestionável, e pensa à cada livro ter ‘descoberto o fogo’.

    ResponderExcluir
  33. Oi Roberto!
    Seu blog é violento!!!
    Maneiro!

    ResponderExcluir
  34. Renato Augusto Farias de Carvalho25 de maio de 2011 15:16

    Prezado Roberto, repito, com prazer os múltiplos parabéns que alcaçam, é claro, o nosso Lucchesi, você e todos nós que amamos a Literatura. Um dia, certamente, repetiremos a honrosa noite, quando o fardão será seu. Já expliquei a razão da minha auseência ao querido Marco. Nesta fase da minha vida, viajar é preciso. Eu sempre esperei todo o sucesso do Marco, sen dúvida o nome dele já é uma afirmativa. Esse rapaz é um MARCO NA NOSSA HISTÓRIA LITERÁRIA. Grande abaço Renato August

    ResponderExcluir
  35. Roberto,
    Agradecemos a sua gentileza, as fotos estão ótimas.
    Muito bom o reencontro com você e amigos em evento
    tão especial.
    Inspiração, sempre.
    Beatriz e Sérgio Chacon

    ResponderExcluir
  36. KARÁKAS!!! FESSÔ! SÓ GENTE GRANDE POSTA EM SEU BLOG.

    ResponderExcluir
  37. Linda noite para alguém tão especial como Marco.Ele é um dos melhores professores que eu conheço. Acho que agora temoos um verdadeiro gênio da literatura, como foi Machado, nessa tão política Academia.
    Parabéns!!! Grande Marco.

    ResponderExcluir