domingo, 1 de julho de 2012

"– Mas a trova não seria a poesia menor?..." Lançamento do novo livro de Sandro Rebel


“ – Mas a trova não seria a poesia menor?...” me pergunta Sandro Pereira Rebel, com uma expressão de lástima no rosto. Conhecendo, entretanto, o humor irônico deste trovador, há que se identificar, no fundo de seus olhos azuis, o quanto Rebel se ri intimamente deste preconceito descabido e grosseiro. Afinal, sabe nosso poeta campista que muitos dos grandes escreveram suas trovas: Pessoa, Bandeira, Drummond (até o parnasiano Bilac!); sabe, ainda, Rebel, o quanto é bonito o movimento trovadoresco por este Brasil afora; o quanto é edificante e congregador é o trabalho da União Brasileira dos Trovadores – UBT (em suas diversas seções regionais) e, por fim, sabe o poeta do farol que alguns nomes de gênio e técnica fazem nas muitas “estradas” trovadorescas de nossa literatura. Para citar alguns nomes (e só alguns, pois não seria possível elencar a todos): Arlindo Tadeu Hagen, Edmar Japiassú Maia, Elisabeth Souza Cruz, Izo Goldman, João Freire Filho, Madalena Ferreira, Maria da Conceição Pires de Melo (Manita), Maria Nascimento Silva, Rodolfo Abud, Sávio Soares de Sousa e Sérgio Bernardo (alguns falecidos, outros muito vivos e atuantes, mas todos faróis).

Apresentamos na postagem de hoje, o livro que Sandro Pereira Rebel (nome que eu acrescentaria no rol supra) lançará no próximo dia 5 de julho. Com Os dez andamentos da trova, o poeta não apenas credita em favor desse gênero poético, quanto prova a quem quiser que a trova só é pequena em formato e na metrificação, esbanjando em qualidade literária, elegância estética e estilo.


Capa de Os dez andamentos da trova (Nitpress, 2012)

Os dez andamentos da trova é décimo primeiro livro de Sandro Rebel (o primeiro exclusivamente de trovas), contendo mais de 300 poesias. As trovas estão distribuídas em dez blocos temáticos: saudade, amor, tempo, felicidade, natureza etc. O livro é dedicado, in memoriam, ao trovador Milton Nunes Loureiro e tem prefácio de Antônio Soares.
Sandro Pereira Rebel já obteve mais de uma centena de premiações em concursos organizados, sobretudo, pela UBT, em dezenas de cidades de numerosos estados do país, como Rio de Janeiro, São Paulo, Santos, Niterói, Friburgo, Campos dos Goytacazes, Belo Horizonte, Maringá, Porto Alegre etc.



Prévia com algumas trovas do livro:


Se a felicidade é um mito,
ter o mito é minha meta,
pois nem ir ao infinito
é difícil para o poeta.

*

 Faz o cenário mais lindo,
para ilustrar paz e amor,
uma criança sorrindo,
tendo nas mãos uma flor.

* 

Pequenina no formato,
mas imensa no que cria,
a trova é como um retrato
três por quatro da poesia.





Divulgação Cultural
(Clique na imagem para ampliar)
     

5 comentários:

  1. Caríssimo Roberto,

    Sempre que possível tenho apreciado as matérias que me envia.
    Parabéns por esta sobre Trovas. Muito boa!

    Obrigado

    Edir Meirelles

    ResponderExcluir
  2. Se o trabalho é bem feito nunca é menor, querido poeta.
    Bjs
    Belvedere

    ResponderExcluir
  3. Margareth Desmarais6 de julho de 2012 08:35

    Sr. Sandro Rebel, gostaria muito de ter ido ao lançamento do seu livro mas por motivos pessoais não pude comparecer! Achei a capa do livro tão bela quanto as poesias nele contidas. Receba o meu abraço e admiração por mais esta produção graciosa!

    ResponderExcluir
  4. Amigos

    Leiam no Jornal O Globo - Niterói matéria sobre o novo livro do Sandro .
    Belvedere

    ResponderExcluir
  5. Quero aproveitar esse espaço concedido pelo ilustre amigo Roberto para agradecer os amigos e leitores da obra de meu pai que estiveram no evento de lançamento do seu livro no dia 5 de julho.
    Papai é um homem que chega aos 78 anos com o poder de dar beleza às palavras.
    O Globo Niterói de hoje, 7 de julho, publica uma entrevista interessante com ele. Vale conferir!
    Publiquei algumas fotos do evento no meu facebook (perfil Sandra Rebel) para quem quiser ver.
    Mas o grande fotógrafo da festa, foi o Pimentel.
    Quem não pode prestigiá-lo desta vez, soube que terá um outro lançamento no calçadão.
    Abraços, Roberto.

    ResponderExcluir