quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

"Academia Niteroiense de Letras" - Programação para o mês de março de 2012



Programação para o mês de março de 2012


Dia 6 - 17h
Reunião de Diretoria

Dia 7 - 17h
Reunião de convívio
Roda de leitura (leve seu texto para ser lido e comentado)

Dia 14 - 17h
Projeto “Datas significativas”

“Luís Antônio Pimentel: Jubileum (homenagem ao centenário de nascimento de Luís Antônio Pimentel, atual ocupante da Cadeira 07, patronímica de José do Patrocínio)

Palestrante: Roberto S. Kahlmeyer-Mertens


Dia 21 - 17h
Projeto “Música na Academia”
Participação de integrantes do projeto “Mesa de Botequim” (AABB/Niterói)

“O samba: origens e alguns de seus nomes”

Palestrante: Lauro Gomes de Araújo

Dia 28 – 18h
Projeto “Datas significativas”

Homenagem ao centenário de nascimento de Carlos Tortelly Rodrigues Costa, ex-ocupante da Cadeira 21, patronímica de Luís Antônio Silva Santos

Palestrante: Waldenir de Bragança

Sessão conjunta: Academia Niteroiense de Letras / Academia Fluminense de Letras /Academia Fluminense de Medicina

OBS.: Os eventos dos dias 7, 14 e 21 serão realizados na sede da Academia Niteroiense de Letras (Rua Visconde do Uruguai, 245 – Centro); o do dia 28, na sede da Academia Fluminense de Letras (Praça da república, s/nº - Centro)



Divulgação Cultural
Clique na imagem para ampliar)

"Luís Antônio Pimentel - 100 anos em foco", uma retrospectiva da vida do jornalista, professor, historiador e poeta Luís Antônio Pimentel que, em 29 de março, completa 100 anos! A exposiçãoacontece no Solar do Jambeiro, com vernissage no dia 22 de março, 5ª feira, às17 horas. A curadoria é do fiel amigo e também poeta, Paulo Roberto Cecchetti.No dia 19 de abril haverá um "talk show", às 16 horas, com a presençado homenageado. A exposição fica aberta para visitação até 29 de abril,domingo, no horário de funcionamento do Solar. Na foto um bico de pena dosaudoso artista plástico Miguel Coelho com haicai do Pimentel.


Se gostou da leitura, não esqueça de recomendar o Literatura-Vivência no Google [+1]


49 comentários:

  1. Prezados usuários de Literatura-Vivência, os conteúdos do Blog são franqueados a todos que desejarem usá-los, contanto que creditada a fonte. A observância a este ponto, antes mesmo de ser obediência à rigorosa legislação brasileira de direitos autorais (lei 5,988 de 14/12/1973) é, aqui, apreciada como cooperação com os veículos que ajudam a difundir e apoiar a cultura de nosso estado. Agradecemos, portanto, a dileta referência.

    ResponderExcluir
  2. Emmanuel Macedo Soares23 de fevereiro de 2012 20:01

    Como diz o velho ditado mineiro, nada é tão ruim que não possa piorar.

    Estou recebendo aqui a programação da Academia Niteroiense de Letras para este março que vai entrando.

    Então na véspera do centenário do Luís Antônio Pimentel vamos comemorar o centenário do Tortely no engalanado salão da Academia Fluminense, com direito, é claro, a batina azul brilhante (deus perdoe, em sua infinita bondade, quem a concebeu). E o centenário do Pimentel, que devia ser feriado nacional, fica antecipado em duas semanas e reduzido ao cubículo da Academia Niteroiense, onde mal cabem duas dúzias de pessoas.

    Não sei que infeliz cabeça pariu tão aleijada programação, que só posso interpretar como deboche.

    Poucas cidades, estados e mesmo países tem ao vivo e a cores um cidadão centenário como o Pimentel para ser festejado na proporção de suas ações e atitudes como literato, como jornalista, como professor, como homem de luta e como pessoa humana.

    E no entanto essa mal cheirosa literatice nictheroyensis, ultimamente tão impregnada do éter, penicilina (e formol) dos hospitais e ambulatórios médicos, inverte tudo para homenagear na data do Pimentel um fazedor de trovinhas.

    Grande médico, nem se pense em negar. Grande ser humano, isso também não admite contestação. Mas, como literato, Tortely nunca passou disso, um modesto, senão medíocre fazedor de trovinhas.

    Meus pêsames aos que ainda acreditam que a cultura em Niterói tem (sem trocadilho) remédio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensando bem, é sacanagem mesmo!...
      Na véspera das comemorações de Pimentel?!!! Não dava para esperar até o outro mês que é mais morto?

      Quem é este tal de Tortelly?

      Excluir
    2. Por que distorceram tudo assim? Que lástima, hein?
      Haja Niterói!OU Haja Deus?

      Marcelo lopes

      Excluir
  3. Nem tanto da Niteroiense de Letras, mas é uma grande desconsideração das outras academias fazer um evento ofuscando, ou pelo menos tentando, as fetividades do centenário Pimentel!

    Isso não se faz Sr Waldenir de Bragança!

    ResponderExcluir
  4. Depois de todo o esforço de concentrar as festividades o aniversário em uma só data, se coloca um evento concorrente, também de centenário, praticamente na mesma data do aniversário do poeta Pimentel.
    Isso quebra qualquer programação.

    Margareth

    ResponderExcluir
  5. Que impropriedade!!! Lastimável mesmo... Não se deve apoiar coisas assim. O doutor Tortelly, que foi me médico, não se importaria de esperar um pouquinho.

    Pimentel em seu centenário é o foco!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. O mediador do Literatura-Vivência adverte que inibirá a opção de postagens anônimas caso o espaço de comentários continuar a ser mal usado com a veiculação de ofensas e palavrões.

    ResponderExcluir
  9. EIS AÍ UM BELO RETRATO DESTA NITERÓI FESTA MAIS DE LOUROS DE PLÁSTICO DO QUE DE REAIS VALORES!

    É SÓ VER OS "INTELECTUAIS DO ANO" E SEUS ATOS MEDIOCRES!

    GENTE COM VALOR COMO PIMENTEL FICA ESQUECIDO. TENHO NOJO DE TODA ESSA GENTE METIDA A ACADÊMICOS. ACADÊMICOS PREFEITOS, RECITADORAS, PROCTOLOGISTAS... POUCOS COMO O PIMENTEL TEM VALORES O RESTO É ESCÓRIA VAIDOSA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Literatura-Vivência garante a livre expressão de comentários dos frequentadores do Blog, mas não necessariamente endossa as opiniões aqui veiculadas, sendo elas de inteira responsabilidade de seus propositores

      Excluir
  10. Gente, há um pouco de exagero aí!
    Na programação da Academia Niteroiense de Letras tem um evento sobre o poeta Pimentel, ele não deixcou de ser contemplado!

    Americo Alves

    ResponderExcluir
  11. ONDE ESTÃO OS AMIGOS DE PIMENTEL QUE NÂO DIZEM NADA DESTA AFRONTA!?

    ResponderExcluir
  12. Fernando Antonio Nunes dos Santos23 de fevereiro de 2012 21:11

    Com 100 Tortellys não se faz um Pimentel!

    ResponderExcluir
  13. Caro Kahlmeyer,

    Farei de tudo para estar presente em sua palestra sobre o Pimentel. Também me interessei pela palestra do Lauro Gomes.

    Um abraço,
    Lucio Dantas

    ResponderExcluir
  14. O inesquecível Millôr Fernandes, ante algum fato por demais estranho costumava

    dizer: " Mas o que significa isso?" O que equivalia a assumir sua incompetência

    no assunto, ele, que sabemos era possuidor de um talento único.

    ResponderExcluir
  15. Deixa os caras... tomara que dê bastante gente.

    ResponderExcluir
  16. Boa divulgação, Roberto.

    Vc podei divulgar sempre a programação da ANL em seu Blog!

    Tentarei assitir a sua palestra sobre o "Jubileum" de Luiz Antônio Pimentel.
    (o título soa aqueles discursos festivos que conhecemos da Universidade Alemã).

    Alberto

    ResponderExcluir
  17. Olá prof. Roberto.
    É uma pena não estar em Niterói.
    Academia de Letras é isso! Fomento, expressão e eco de quem realmente faz. A nossa literatura agradece.
    Um abraço...
    Mauro Nunes

    ResponderExcluir
  18. Acho que ninguém gostou do tema que foi tão criticado. Mas,afinal, isso não é o fim do mundo.
    O Luiz Pimentel terá uma bela festa assim mesmo.

    Sérgio

    ResponderExcluir
  19. Jorge Pachecco Menezes23 de fevereiro de 2012 22:53

    Caro,

    Estarei lá para abraçar-lhe na data de sua conferência.

    Abraços do velho admirador velho.

    Jorge Pachecco Menezes

    ResponderExcluir
  20. A divulgação da programação da ANL feita por aqui é mais fácil do que pela Agenda de Niterói.
    Peço que me envie sempre a programação caso possa ou que poste sempre em seu excelente Blog!

    Filipe

    ResponderExcluir
  21. Oi Prof.!

    Nunca mais te vi! Vc continua no UNIPLI?

    Vou ver se vou a sua palestra sobre Luiz Antônio Pimentel .

    A academia ainda dá certificado para acadêmicos de Letras?

    Abraços,
    Anderson

    ResponderExcluir
  22. Caro Kahlmeyer,

    Estarei lá no dia 14/03 para te conhecer pessoalmente e para dar um abraço no Pimentel caso ele esteja por lá.

    Luiz Antônio Almeirão

    ResponderExcluir
  23. Será que o egrégio ex-prefeito de Niterói acertará o nome do Carlos Tortelly ou chamará por outro nome como fez com o MarcoS [Aurélio] Lucchesi

    ResponderExcluir
  24. Emmanuel de Macedo Soares24 de fevereiro de 2012 00:27

    B... A... Bá. Vovô viu a uva. Tem gente aí precisando aprender a ler pra não dizer besteira. Lastimável de verdade é usar a memória do Tortely para denegrir o centenário do Pimentel. Façam isso na Academia de Medicina, que é o lugar certo, e deixem o Pimentel aos literatos de verdade, aqueles que pelo menos sabem ler o que está escrito num texto. Parlapatice e bufonismo tem limites.

    ResponderExcluir
  25. Roberto, eu vou te ver no dia se sua comunicação.
    Vai ser tão chic!

    Sua
    Laurinha!

    ResponderExcluir
  26. Quem é amigo de Pimentel boicotará a Reunião de 28/03 na casa dos médicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Literatura-Vivência garante a livre expressão de comentários dos frequentadores do Blog, mas não necessariamente endossa as opiniões aqui veiculadas, sendo elas de inteira responsabilidade de seus propositores

      Excluir
  27. Angélica Lopes Mendes24 de fevereiro de 2012 00:51

    Dinâmico, né?! heheheheh...

    ResponderExcluir
  28. Roberto,
    Em meu comentário anterior, equivoquei-me ao digitar o trecho "A escolha dos locais para os eventos comemorativos deu-se por conta de que a homenagem a Pimentel, vivo e atuante, atrairá um número bem maior de participantes. A sede da Academia Fluminense de Letras, sem dúvida, permite abrigar maior quantidade de pessoas". O que eu queria dizer é que "A homenagem a Pimentel, vivo e atuante, atrairá um número bem maior de participantes. A sede da Academia Fluminense de Letras, sem dúvida, permite abrigar maior quantidade de pessoas. Porém, a ANL optou por louvar Pimentel no local em que realiza costumeiramente suas sessões." Feita a ressalva, prefiro não alongar o assunto. Apenas reafirmo que a homenagem a Pimentel terá por princípio o afeto.
    Cordialmente,
    Wanderlino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dou razão ao Sr. Wandernino,

      em qualquer data ou local o poeta Luíz Antonio Pimentelserá abraçado por gente de boa vontade.

      Não é preciso polemizar.

      Vanessa Celta

      Excluir
  29. Emmanuel de Macedo Soares24 de fevereiro de 2012 08:32

    B... A... Bá. B... E... Bé. Vovô viu a uva. Cada macaco no seu galho. Tortely na Academia de Medicina, Pimentel na Academia de Letras. O que é preciso é detergir nosso espaço literário, antes que ele morra de infecção hospitalar, invadido por tantos jalecos, batinas e bisturis. Basta correr a lista de "acadêmicos" e indagar de suas obras literárias, para ver que há algo de podre no reino da literatice nictheroyensis.

    ResponderExcluir
  30. Estranho, Roberto, vários comentários neste blog. Acredito que procurar fazer algo de bom pela cultura de um lugar é uma luta, que pode ser difícil, mas nunca deixará de ser bela. Há gente muito boa em Niterói buscando e tentando fazer coisas de qualidade. A ANL com as dificuldades de espaço, pessoal, dinheiro e outros problemas, realiza uma agenda cultural todos os meses, num puro esforço individual de seus diretores (Wanderlino que o diga!). Alguns comentários acima são extremamente grosseiros, não são criticas, são grosserias tão somente, em desacordo com a elegância deste blog. Tenho o prazer e o orgulho de conviver com Pimentel, e posso dizer que um dos motivos de sua vida longeva é a elegância pela qual sempre se pautou. Agredir pessoas e memórias num blog é fácil, basta soltar a agressividade e, não raro, a ignorância, qualquer um, qualquer mequetrefe pode fazer isso. Criar um projeto cultural e brigar por ele é mais difícil, portanto os esforços deveriam ser trocados: em vez de distribuir tabefes, procurar produzir. Produzir como você faz, Roberto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo inteiramente com esta pessoa.
      Julgo que não deveríamos permitir este tipo de azedume no Blog.

      Excluir
  31. Conheci Tortelly, um ser humano maravilhoso. Tenho certeza de que não se importaria em ceder a maior fatia do bolo ao PImentel. Conheço Pimentel,reconheço sua simplicidade e valor . Tenho certeza de que se sentirá feliz e prestigiado em qualquer espaço cultural . Acho que assim sendo, acabou-se o que era doce. Salve Pimentel! Salve Tortelly! Dois grandes nomes!
    Belvedere

    ResponderExcluir
  32. "Estranho, Roberto, vários comentários neste blog". O comentário acima é meu, Carlos Rosa Moreira. Não sou anônimo, apenas esqueci de colocar o nome.

    ResponderExcluir
  33. Emmanuel de Macedo Soares24 de fevereiro de 2012 22:52

    Caramba! Não lia essa palavra mequetrefe desde a carta do Caminha. Mas nesse ponto dou razão a Rosa. Tem muito mequetrefe na nossa literatice tupiniquim. Alguns bem disfarçados, pra não comprometer a mequetrefice. Bajular é fácil. Dizer verdades é que é difícil.

    ResponderExcluir
  34. Prezado Roberto.

    Esta celeuma em torno da homenagem da ANL a Carlos Tortelly não faz sentido.Vamos esclarecer, em apoio ao que já disse Wanderlino. Primeiro: a homenagem a Tortelly está programada para o dia 28 de março e não 29 (aniversário do Pimentel); segundo: esse evento será na AFL por sugestão do Presidente dessa Casa; em princípio, ocorreria na sede da ANL, como tem sido a de outros homenageados; terceiro: todas essas manifestações de protesto, algumas nem tão sinceras assim, fariam sentido se a homenagem a Tortelly fosse no dia 29 de março, aniversário do Pimentel. A figura impar de Luís Antônio Pimentel não merece que, a pretexto de defender-lhe o nome e o prestígio, se pretenda diminuir a importância de uma figura como Carlos Tortelly.

    Abç. Gilson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito bom seu comentário em relação a celeuma estabelecida.
      parabéns!

      Excluir
    2. Concordo .
      Belvedere

      Excluir
  35. Renato Augusto Faria de Carvalho25 de fevereiro de 2012 11:42

    Prezado amigo: chegamos de Conservatória, onde o carnaval " pulula " o ontem com enorme alegria e emoção. Muito legal ! Pena que não estarei aqui no próximo dia 14: as malas já estão prontas, navegaremos até Veneza, depois Palermo etc.. e a terra do FADO. Notícia que eu acho boa : meu livro está terminado. Falta o trabalho de revisão, etc. É possível que eu possa
    encaminhá-lo a você antes da minha viagem. Desejo o maior sucesso na sua palestra, e tenho certeza que conterá, mais que tudo, o imenso traço do seu afeto e do seu talento.
    Sempre amigo, Renato

    ResponderExcluir
  36. Renato, uma excelente viagem!
    Abs
    Belvedere

    ResponderExcluir
  37. Wanderlino Teixeira Leite Netto27 de fevereiro de 2012 09:44

    Roberto, É lastimável que se use o nome de Luís Antônio Pimentel para denegrir a memória de Carlos Tortelly. O segundo, já falecido, também integrou os quadros da Academia Niteroiense de Letras (ANL)e merece por ela ser lembrado em seu centenário de nascimento, que, por coincidência, transcorre no mesmo dia do de Pimentel (29 de março). Não entra em debate a qualidade do fazer literário de um e de outro. Ambos, antes de tudo, merecem ser festejados como admiráveis seres humanos. A escolha dos locais para os eventos comemorativos deu-se por conta de que a homenagem a Pimentel, vivo e atuante, atrairá um número bem maior de participantes. A sede da Academia Fluminense de Letras, sem dúvida, permite abrigar maior quantidade de pessoas. Luís Antônio Pimentel, que muito justamente vem recebendo homenagens desde o transcurso de 2011 (uma das quais da ANL)terá, na data do seu aniversário, o ápice dos festejos iniciados ano passado. Sendo assim, a ANL houve por bem homenagear novamente Pimentel antecipadamente, numa cerimônia simples, mas carregada de simbolismo e afeto. Vejo com tristeza que pessoas, algumas das quais desconhecedoras do trabalho desenvolvido pela ANL, de seus verdadeiros propósitos, se deixem influenciar por palavras que, além de descorteses à memória de Carlos Tortelly, em nada contribuem para o momento em que se comemora, também, o centenário de nascimento do estimado Luís Antônio Pimentel. Cordialmente, Wanderlino Teixeira Leite Netto 2º secretário da ANL

    ResponderExcluir
  38. Márcia Pessanha – Presidente da ANL28 de fevereiro de 2012 15:14

    Esclarecimento
    A Academia Niteroiense de Letras (ANL) realiza suas sessões ordinárias às quartas-feiras, em sua sede, de acordo com programação aprovada pela diretoria, incluindo-se propostas e projetos apresentados pelos acadêmicos. Dentre os projetos da ANL há o “Datas Significativas”, com o objetivo de relembrar e de comemorar centenários de patronos, de fundadores da academia, de acadêmicos titulares, além de datas marcantes.
    Em março de 2012, dois acadêmicos da ANL merecem nossa especial atenção, pois ambos nasceram no dia 29/03/1912: Luís Antônio Pimentel e Carlos Tortelly, o segundo já falecido, daí nossa homenagem póstuma, no dia da reunião da ANL, em 28/03, véspera do centenário de seu nascimento.
    No dia 29/03, haverá uma grande comemoração no Campo de São Bento para Pimentel, promovida por setores culturais da cidade, além de várias atividades festivas, organizadas por outras instituições, o que vem acontecendo desde 2011. Nosso querido e ilustre acadêmico Pimentel merece todas essas manifestações e muito mais e a ANL sempre participou da maioria delas, inclusive no ano passado o acadêmico Aníbal Bragança proferiu palestra na ANL, homenageando Pimentel.
    14 de março foi a data sugerida/solicitada pelo acadêmico Roberto Kahlmeyer, conforme ele cita no blog, para se homenagear Pimentel, sendo ele o palestrante, o que foi aprovado pela diretoria da academia, reconhecendo seu trabalho intelectual.
    E no dia 28/03,a ANL programou a homenagem ao saudoso e querido Carlos Tortelly, convidando para fazer a saudação o acadêmico Waldenir de Bragança. Assim, a Academia Fluminense de Letras (AFL) e a Academia Fluminense de Medicina, que o Dr.Carlos Tortelly integrava com honra e dedicação, juntaram-se à ANL para uma sessão conjunta, na sede da AFL, para homenagear o digno e estimado representante das referidas instituições, merecedor de nosso respeito e afeto.
    Aos dois ilustres acadêmicos Luís Antônio Pimentel e Carlos Tortelly, nossa GRATIDÃO e RECONHECIMENTO, historicamente registrados nas “Datas Significativas” da Academia Niteroiense de Letras.
    Márcia Pessanha – presidente da ANL

    ResponderExcluir
  39. Caramba, Kahlmeyer!

    O blog é frequentado até por presidentes de instituições literárias!

    Que prestígio, hein!

    Abraços,
    Lula Prado

    ResponderExcluir