sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Maria Sabina de Albuquerque: Um compêndio




Quem conhece Maria Sabina? Esta pergunta incomoda duplamente. Em primeiro lugar, irrita os leitores que conhecem esta que foi, além de poetisa, jornalista, declamadora, líder feminista, escritora, professora de  oratória, de francês, de inglês, de literatura universal, enfim, uma personalidade de destaque na cena cultural da primeira metade do século XX; por outro lado, provoca os que não a conhecem, pois os confronta com a ignorância do legado literário desta figura (ignorância que, nesse caso, quase constitui um déficit de formação). Entre os dois casos, contudo, julgo que o primeiro incômodo ainda é mais próprio, pois nele se encontra potencialmente mesclado o inconformismo de ver Maria Sabina de Albuquerque com menos reconhecimento do que o merecido, além da vontade saudável de colocá-la no nicho em que ela deveria estar. Que posto seria esse? Ora, precisamente aquele que é destinado a uma diva da cultura e literatura brasileiras (ao lado de Patrícia Rehder Galvão, a Pagu, e Cecília Meireles).
A referida vontade – felizmente – não fica no plano do idealismo. Ela ganha concretude em um trabalho admirável desenvolvido desde 1961 pelo Centro Cultural Maria Sabina (CCMS), espaço dedicado à memória da pessoa e obra da autora. Prova maior desta dedicação é Neide Barros Rêgo, a mais autêntica seguidora de Maria Sabina  e que, com diligência, preside os diversos empreendimentos do referido Centro Cultural.
É também capitaneada por Neide Barros Rêgo uma equipe de pesquisadores que prepara, já há 13 anos, um compêndio que pretende reunir a vasta documentação sobre a vida e obra da autora. Maria Sabina se encontrará, assim, muito bem “mapeada” em uma edição que compilará seus escritos literários, notas biográficas, as muitas notícias históricas veiculadas em jornais de circulação da época e rico material fotográfico que retrata as diversas fases da longa Carreira da autora.
Programado para ser uma volume substancial, os organizadores do Compêndio em homenagem à Maria Sabina, já se encontram na iminência de ter que se haver com pelo menos três alentados tomos, dado à riqueza documental que esta pesquisa de fôlego trouxe como resultado (o mesmo fôlego que emulou outros trabalhos organizados por Neide Barros Rêgo, como por exemplo: a antologia Água escondida, de 1994, e Brazila Esperanta Parnaso, de 2007).
Publicado este compêndio, julgo que todos podemos responder, positivamente, à pergunta com a qual este artigo se inicia, justamente por saber que Maria Sabina, além de uma Biografia é um todo compendiado e, como bem nos diz Hegel, “A verdade está no todo”(!)


Silêncio

                                                                              Maria Sabina de Albuquerque

Silêncio... quanto mais sugeres que a palavra!
Tua eloquência estranha e persuasiva
tem tanta força em sua imprecisão!
Falas melhor de tudo quanto lavra
no recôndito da alma inquieta e viva,
perturbas muito mais o coração

Silêncio... para as almas foste feito:
tudo o que é belo ou mau no nosso peito
fala melhor se tudo se calou...
É no silêncio que melhor se pensa;
no silêncio a saudade se condensa;
sempre em silêncio é que melhor se amou.

O silêncio foi feito para a prece;
é no silêncio que a nossa alma tece
a trama singular das ilusões...
É no silêncio que melhor se chora;
é no silêncio que melhor se adora

e em silêncio se falam os corações...




Divulgação Cultural
(Clique na imagem para ampliar)








18 comentários:

  1. Admirei a Imprensa Oficial reeditar clássicos como Euclides da Cunha. Esse projeto vai bem ao encontro daquilo que seu blog pretende com uma tal revitalização da literatura do RJ.
    Indicados pelo Carlos Monaco, devem ser livros, de fato, relevantes. Deles eu só conheço As Primaveras.
    Deverá ser uma bonita festa.

    ResponderExcluir
  2. Caro Kahlmeyer,

    Graças a você, fiquei sabendo da feliz homenagem que a imprensa Oficial fez ao Monaco. Nem no exterior em tenho notícia de, um dia, algo assim ter acontecido. É uma grande honraria ser o indicador dos títulos da coleção.

    Graças ao seu Blog também (aliás, que beleza de blog) fiquei conhecendo um pouco mais de Maria Sabina!

    Parabén a vc e diga que todos admiramos e aplaudimos de pé a iniciativa da I.O.

    Dal

    ResponderExcluir
  3. Kahlmeyer,

    Um primor de postagem! Não é à toa que você está sempre na vanguarda!

    Maria Sabina precisa mesmo ser difundida!

    Foi feliz a lembrança de colocar um clip com trechos do filme "Limite"! Você sabe, é claro, que este filme completa neste ano 80 aniversários!

    Minha admiração ao seu trabalho,

    Magaly Fonseca

    ResponderExcluir
  4. Você merece um Prêmio pelo inimitável trabalho que vem desenvolvendo pela literatura e cultura de Niterói. Sem o seu Blog todos estaríamos vivendo um tédio profundo!

    Gostei da matéria da Sabina;
    Fiquei contente pelo lançamento dos livros indicados por Carlos Monaco.

    Parabéns uma vez mais!

    Olga

    ResponderExcluir
  5. É preciso concordar com a Olga.

    O trabalho que Roberto Kahlmeyer vem fazendo por Niterói é precioso. Por exemplo: quanto não gastaríamos para ter uma divulgação como a de hoje?!

    A tal Maria Sabrina deve estar contente onde quer que ela esteja.

    A cultura de Niterói deve a vc, Roberto. É o povo quem diz, e a voz do povo...

    Parabéns
    Simone

    ResponderExcluir
  6. Veja você... Maria Sabina.

    Aqui em Pernambuco nunca ouvi falar nela. Boa poeta!

    Como posso saber mais dela?

    Quando o compêndio da Neide Barros Rego sairá, é para a Bienal?

    Abraços na Gel.

    Zé Ildo

    ResponderExcluir
  7. O Centro Cultural Maria Sabina, na pessoa de Neide Barros Rego, fará um grande favor à socidedade brasileira (e falo especialmente pela barbacenense) se publicar este livro que parece ser completíssimo!

    Parabéns pelo Blog.
    Renato Laredo

    ResponderExcluir
  8. Amigo Roberto,

    “Pax et bonum”

    A cada vez que recebo a chamada de seu blog, meu coração se exalta de alegria. Sei que em cada nova matéria há uma prova viva de sua inteligência, capacidade, cultura e que, em muitas vezes, ultrapassa a de um homem velho como eu.
    Peço sempre em minhas preces que seu trabalho sincero com a literatura de Niterói seja capaz de sensibilizar o coração empedernido de alguns dos homens de letras desta cidade. Que também eles reconheçam seu indubitável valor e inestimável preço do trabalho que você vem dedicando a Niterói.

    Um fraterno abraço do amigo
    Antônio

    ResponderExcluir
  9. Ai Roberto,
    você irá ao lançamento da Imprensa Oficial? Vai que só assim eu lhe conhecerei pessoalmente. Você me apresentaria ao Carlos Mônaco? Vai ser tão chic!

    ResponderExcluir
  10. Neide Barros Rêgo19 de agosto de 2011 14:23

    Caro confrade Roberto Kahlmeyer, que surpresa!!!
    Gostei imensamente do que você escreveu sobre Maria Sabina, minha professora de Arte de Dizer, poetisa, jornalista, escritora, líder feminista, com quem convivi durante mais de 30 anos. O livro está quase pronto e será intitulado "Maria Sabina: suas memórias e nossas lembranças". É uma pesquisa de mais de 13 anos. Um livro sobre ela faz falta na nossa literatura.
    Você é um expert em computador; remete a outros sites, divulgando outros escritores, eventos e muito mais.
    Parabéns! Parabéns! Parabéns!
    Vou divulgar.
    Neide Barros Rêgo

    ResponderExcluir
  11. Neide Barros Rêgo19 de agosto de 2011 17:45

    Prezado confrade Roberto Kahlmeyer, que surpresa!

    Gostei muito do que você escreveu no seu blog sobre Maria Sabina. A foto está uma beleza.
    Realmente faz falta um livro sobre essa personalidade múltipla. Vamos preencher uma lacuna na literatura brasileira.
    O livro está quase pronto e será intitulado MARIA SABINA - SUAS MEMÓRIAS E NOSSAS LEMBRANÇAS.
    Você é um expert em computador, hein? Parabéns!
    E seu blog nos remete a tantos outros. Desse modo você divulga, também, outros poetas e eventos.
    Aproveito para acrescentar mais um blog excelente, em que colocamos foto, biografia e quatro poemas dela.
    E o site do Poeta, organizado por Lupércio Mundim, de Goiânia. Visite-o e não se arrependerá.
    http://www.poeta.ws/in_memoriam/maria.htm

    Lá você encontra vários conhecidos. Veja http://www.wanderlino.poeta.ws/
    Um abraço e muitíssimo grata.
    Você é DEZ!!!

    Neide Barros Rêgo

    ResponderExcluir
  12. Eis aí um Blog inteligente, proativo e cheio de conteúdo.

    Maria Sabina, Neide Barros, Carlos Mônaco e Roberto Kahlmeyer isso traduz bem o espírito de "Academus".

    Farei de tudo para ir no lançamento dos livros da Imprensa Oficial, valeu pelo convite.

    Att
    Vera Ferçosa

    ResponderExcluir
  13. Caro Kahlmeyer,

    Feliz a lembrança de enfocar Maria Sabina!

    Quando Você fará uma postagem sobre Júlio Salusse?

    A Academia Friburgense de Letras está mesmo de parabéns em tê-lo eleito membro efetivo. Isso será uma grande aquisição aqui para Friburgo.

    Quero estar em sua posse e faço questão de lhe apertar a mão.

    Um abraço do Wermelinger

    ResponderExcluir
  14. Roberto,

    Poucas palavras:

    Seu trabalho pelas letras fluminenses é belo, rico e generoso.

    Receba tudo o que vc dá em dobro.

    Maurinho Tolé

    ResponderExcluir
  15. Roberto,

    Vc eh o cara!

    Só tem um problema, eh fluminense demais!
    Devia ser mais flamenguista.

    Eduardo

    ResponderExcluir
  16. Estimado primo,

    Fiquei muito contente em saber-lhe membro recém eleito para Academia Friburguense de Letras. As Serras precisam ge gente como você. Vou divulgar amplamente a notícia aqui no Jornal de Friburgo e nos de Bom Jardim.

    Agraço afetuoso do Adelque

    ResponderExcluir
  17. Roberto,

    amei a postagem!

    Renata Almeida

    ResponderExcluir
  18. Caro Kahlmeyer,

    Lendo essa nova matéria, entrei em um link que me levou a página do CCMS. Lá eu vi páginas de um jornal falando da academia fluminense de letras.
    Ea uma das postagens anteriores eu lhe fiz uma pergunta e vc não me respondeu. Vou repetí-la: a academia fluminense de letras continua ativa? Ela ainda existe? Me mande notícias, por favor. Tenho interesse em saber.

    Nilse

    ResponderExcluir